Abrir menu principal

Wikimerda β

Calcinha

Conteúdo impróprio para menores de 18 anos!
Não recomendo para menores de 18 anos!
Este artigo possui cenas de nudez, uso de dorgas ilícitas e muita pancadaria. Que maravilha!!
Wikisplode.gif
Para os idiotas entre nós que escolhem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Calcinha.
Gráfico de evolução das calcinhas

Cquote1.pngExperimente também: Sem CalcinhaCquote2.png
Google sobre Calcinha
Cquote1.png Me empresta Cquote2.png
Justin Biba sobre Telha Swift
Cquote1.png Devolve, criatura Cquote2.png
Telha Swift sobre Justin ter roubado a calcinha antes dela responder
Cquote1.png Na União Soviética, A Calcinha Usa Você Cquote2.png
Reversal Russa sobre Calcinha
Cquote1.png Eu adoro calcinhas quando elas são de putas safadas Cquote2.png
Alguém sobre Calcinha

Calcinha é uma é uma....ãããããããã....uma ferramenta sexual usada pelas mulheres diariamente, mais conhecida pelo Show da Sacanagem, é usada pelas mulheres e bichas, bem, as calcinhas são a marca registrada das mulheres apenas porque são o oposto da cueca, pois se os homens tivessem algum acessório para colocar nos peito, aí a marca registrada das mulheres seria os sutiãs, pois muitos homens estão ficando gordos e peitudos.

Índice

Pra que servem as calcinhasEditar

 
Sempre tem aquela curiosidade em saber o que há atrás da calcinha

As calcinhas servem apenas para a mulher ter alguma coisa pra jogar no homem na hora do rala-rala e ele cheirar e ficar doidão com aquele cheiro de buceta, mas as vezes as mulheres largam as calcinhas por aí, como deixam penduradas no chuveiro ou as vezes no telefone, fora isso a calcinha não serve mas pra porra nenhuma, porque afinal o homem não se importa com a roupa das mulheres, eles querem ver elas peladas, não é?, não é?, é claro que é, burro, eu sou homem, eu sei, enfim, mas apesar das calcinhas não servirem pra quase nada, elas foram muito referenciadas na série "As Macumbeiras".

As calcinhas também servem pra excitar ainda mais um homem ao ver uma mulher se masturbando, ela está de pernas pro ar, com a calcinha na metade das pernas e enfiando a mão todinha na buceta, é uma delícia.

As calcinhas possuem várias cores e estilos femininos. Muitas são brancas, rosas, amarelas, vermelhas e lilás. Muitas são 100% algodão, enquanto outras são feitas de seda ou cetim. Agora é mandatório que todas as calcinhas possuam rendinhas e lacinhos curvados com ornamentos rosas.

HistóriaEditar

 
Melhor do que mulher de calcinha é mulher sem calcinha (ou não)

O inventor da calcinha foi Getúlio Vargas. Ele achava que as mulheres precisavam de uma cueca assim como os homens (como o padrão da época era que a mulher não usava roupa debaixo), e ele desenhou um tipo especial que sentiu que as mulheres (assim como os homens) gostariam de receber. Enquanto girou para fora, Washington foi despertado e acabou por experimentá-las para o resto de sua vida.

Quando Washington inventou a calcinha, ele só a fez com uma cintura plana e um tecido solto. No entanto, em 1960, Fidel Castro apareceu com uma ideia brilhante para fazer a calcinha rendada. Isso seria torná-las ainda mais sexy. Castro estava prestes a patentear a sua invenção de calcinhas rendadas, mas John F. Kennedy proibiu-o de patentear qualquer coisa. O grande míssil nuclear estava indo em direção a Cuba, e embora tenha perdido, Castro ainda estava extremamente assustado e decidiu não patentear sua invenção.

Em 1964, o ditador Saddam Hussein foi para o escritório de patentes dos EUA para patentear calcinhas rendadas. Em questão de semanas depois da patente, Saddam começou um negócio chamado Saddam e suas Calcinhas Sexy's. Todas as calcinhas que fabricava eram sedosas e laçadas, e elas foram um tremendo sucesso. No entanto, o negócio começou a falhar quando o público descobriu que Saddam testava a qualidade das calcinhas experimentando-as em si mesmo antes de comercializá-las. Não querendo usar calcinhas com vestígios de órgãos genitais sujos de Saddam, a empresa perdeu um enorme número de clientes.

Em 1972, as coisas melhoraram. Steve Jobs, que tinha uma parada de caminhões em Utah, decidiu dar um novo começo ao negócio de Saddam. Ele comprou a empresa por US $ 8 milhões. Desde então, a empresa disparou.

 
Duas calcinhas: A menor é tua e a maior é da tua mãe

No início de 1990, Bill Clinton propôs que todas as calcinhas tivessem decoração rosa de renda na cintura. Durante anos depois disso, teve um regulamento rigorosamente controlado para todas as calcinhas. No entanto, no início de junho de 2007, Clinton mudou de ideia e decidiu revogar suas restrições à calcinha. Daquele ponto em diante, calcinhas foram feitas em várias cores, tecidos e estilos. Claro, isso foi aproximadamente o mesmo tempo de Clinton proibiu o armazenamento de vestidos azuis por mais de um dia sem ser lavado.

CuriosidadesEditar

  • As calcinhas também são uma demonstração de como funciona o sistema. Na verdade, eles estão com o custo cada vez mais microscópico.
  • No futuro, pagaremos tão pouco pelas cuecas que elas nem existirão. E vamos ter que abrir um empréstimo de dez anos para comprá-las.
  • As calcinhas de Giuliano Ferrara são realmente toalhas de mesa para a Mesa Redonda.
  • As calcinhas Giampiero Galeazzi foram utilizadas para o filme Náufrago como velas para a jangada.
  • Dolce & Gabbana usam um par de calcinhas em duas. Ao mesmo tempo.
 
Exemplo de calcinha usada por otomes retardadas
  • A calcinha do Justin Bieber tem uma abertura especial na parte traseira para a entrada de coisas roliças.
  • Os tipos de calcinha são:
    • Deslize: as calcinhas clássicas para a noite (também conhecidas como sono).
    • Boxers: Calcinhas de cão de couro, não é recomendada para pessoas com alergias.
    • Tanga: Preparada especialmente para a lua-de-mel de casais.
    • De ferro: para as mulheres que sofrem de ninfomania.
    • Blindada: Para bufas-de-touro licenciadas.
    • Com buracos: Para os conservadores, que ainda não pode deixar de ir nesta instituição anti-libertina, mas não querem renunciar aos prazeres da carne.
    • Transparente: para as mulheres feias.[1]
    • Colorido: Quando você não vai mudar por dois dias.

Outras culturasEditar

 
A calcinha é algo pra ser visto e apreciado

EspanhaEditar

As calcinhas ainda são uma roupa fiel para os homens e mulheres espanhóis, além de ser uma iguaria comestível digna de paladares sofisticados para um estranho gosto. Na Espanha, são utilizadas principalmente dois tipos de calcinhas:

  • Calcinhas cor de carne - Fazem sucesso por sua sensualidade e dão uma forma mais descarada e misteriosa para a mulher que a usa.
  • Calcinhas de velcro - Elas são uma variedade rara conhecida por sua invenção recente dos Pirinéus. Sua aparência é graças ao velcro, que encheu os parrus com um monte de merda para ir pelo ralo de suas pessoas nuas sem calcinha. Sua maior vantagem é a conveniência, porque, para ser empregado só precisa de um pequeno tufo de cabelo a que estão ligados. Nos institutos Pasteur também está testando uma maneira de fazer almofadas de velcro, embora os experimentos ainda estejam em andamento em macacos.

JapãoEditar

Os japoneses têm uma estranha e doentia atração por calcinhas, sendo quase um ícone nacional. Qualquer japonês respeitado deve ter roubado calcinha de uma garota doce ou, no pior dos casos, de sua própria mãe ou avó. Entre as ações conhecidas dos japoneses para roubar calcinhas, apenas o cheiro profundamente prático foi comprovado, as outras coisas que você pode fazer com elas são meras especulações, mitos e lendas.

Pantsu (ぱんつ) é a palavra japonesa para as calcinhas, utilizadas no anime e mangá onde você pode notar os esforços do autor para alcançar todos os tipos de ângulos onde é possível observar a calcinha da personagem feminina.

Há lojas no Japão, onde qualquer objeto feminino japonês escuro e anônimo como este, você pode comprar calcinhas mesmo tendo uma escolha (através de fotos, claro).

BrasilEditar

Por maioria, as brasileiras preferem as calcinhas fio dental (o que pode ser comprovado indo para o carnaval no Rio de Janeiro).

Amostras dessa cultura ocorrem ao longo da costa brasileira, onde as meninas gostam de mostrar a bunda.

GaleriaEditar

Ver tambémEditar


A gente fala merda mas comprova o que fala!

  1. São compradas com a conversa mole do vendedor que diz que: "mostre a beleza de baixo, quem sabe assim ninguém olhe a de cima
  Este artigo parece contradizer um outro artigo: Cueca. Não pense sequer em corrigir isto